Jardineiro

Quer receber vagas como essa no seu celular de graça? Cadastre-se agora!

Esqueceu sua senha?

De acordo com informações divulgadas pela Agência Sebrae, a comercialização de flores e plantas vinha registrando crescimento entre 12% e 15% no Brasil e contava com previsão de alcançar R$ 3,8 bilhões em 2010. Se, naquela época, o cenário já era satisfatório, em 20014 a jardinagem conta com ainda mais vantagens, uma vez que as obras referentes à Copa do Mundo no país têm aquecido esse setor.

E não para por aí: o Brasil demonstra forte potencial para a floricultura devido à riqueza de sua fauna e flora e diversidade das espécies nativas. Esses fatos fazem com que os produtores fiquem otimistas quanto à movimentação desse ramo, cujo consumo médio per capita no país é de US$ 11,00.

Nesse cenário de prosperidade e boas perspectivas, os jardineiros são profissionais que podem comemorar o bom momento.

Área de Atuação

Muito mais do que plantar, regar, adubar e podar plantas, os jardineiros têm a função de contribuir com a manutenção da área verde nas cidades, o que aumenta a qualidade de vida da população. Para isso, é importante que os profissionais da área dominem técnicas de jardinagem e paisagismo, além de conhecer os gostos dos clientes para os quais irão trabalhar e conseguir conciliar suas exigências às melhores medidas para os jardins.

O aquecimento no setor da construção civil, com o surgimento de novos condomínios, prédios, casas e empresas tem aumentado, de forma considerável, a demanda pelos serviços dos jardineiros, que exercem atividades como: planejamento logístico para a implementação de um jardim; preparação do solo; escolha das plantas de acordo com o clima, o solo e o gosto do cliente; plantio de diferentes espécies de vegetação; manutenção do jardim por meio de adubação, poda, irrigação e controle de pragas.

Com ampla possibilidade de atuar em diferentes locais, os jardineiros contam com muitas vagas disponíveis no mercado de trabalho e contam com uma média salarial de R$ 873,45. No entanto, esse valor pode variar muito e chegar a R$ 500,00 por dia de trabalho.

Capacitação

Além de bom gosto para compor as melhores combinações entre árvores e flores de diferentes cores, tamanhos e texturas, é imprescindível que o jardineiro tenha conhecimento aprofundado sobre o funcionamento do jardim em um sentido mais biológico. Nesse sentido, o profissional pode realizar cursos profissionalizantes. Entre as possibilidades, está o programa de paisagismo e jardinagem oferecido pelo Senac.

Com o objetivo de capacitar candidatos aptos a formar, implantar e manter jardins de forma saudável e adequada, o curso aborda desde técnicas de plantio e nutrição até noções de horticultura e diferentes tipos de poda, passando por tópicos de botânica e sustentabilidade.