Funileiro

Quer receber vagas como essa no seu celular de graça? Cadastre-se agora!

Esqueceu sua senha?

Ao longo das últimas décadas, o setor de funilaria no Brasil tem passado por significativos avanços, uma vez que a quantidade de automóveis no país chegou a números nunca antes observados - de acordo com informação divulgada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a frota nacional até março de 2013 era de 77.359.350 veículos, o que representa um aumento de 115% em dez anos.

Com esse número, aumenta também a quantidade de serviços referentes à manutenção dos automóveis – especialmente por conta da quantidade de acidentes de trânsito, que gira em torno de 1,5 milhões por ano no Brasil. É nesse cenário que os profissionais de funilaria e pintura de carros se tornam cada vez mais necessários.

Área de Atuação

De forma geral, funilaria (também chamada de lanternagem ou latoaria) é a atividade voltada à montagem de chapas metálicas. Antigamente, os funileiros trabalhavam, especialmente, na ramo de peças para alambiques. Com o passar do tempo, porém, o surgimento do automóvel tornou-se o grande responsável pelo campo de trabalho desse profissional. Pode-se afirmar, então, que a principal atividade do funileiro é reparar a lataria de diferentes veículos.

A grande quantidade automóveis no país tem possibilitado a parceria entre funilarias e seguradoras, que contratam, diretamente, os serviços dessas empresas e geram uma maior demanda pelo serviço de funileiros em todo o Brasil. Além das seguradoras, esses profissionais atuam em locais como revendedoras de veículos usados, empresas privadas e públicas que possuem frotas próprias, oficinas mecânicas e funilarias propriamente ditas. O piso salarial do setor é de R$ 2.162,00.

Capacitação

O automóvel é uma das grandes paixões dos brasileiros, o que justifica o alto nível de exigência dos clientes das funilarias. Por isso, as empresas contratantes dão preferência a profissionais que tenham experiência comprovada e/ou qualificação prática e teórica para execução dos serviços.

Diversas instituições brasileiras oferecem cursos de funilaria e, entre elas, está o Senai. Denominado Funileiro Automotivo, o programa de ensino tem duração de 180 horas e conta em sua grade com tópicos como: processo de desamassamento de superfícies; processo de acabamento de superfícies; montagem e desmontagem de carrocerias; montagem e desmontagem de tapeçarias; vidros; proteção ao meio ambiente: utilização de materiais, conservação, descarte e impactos ambientais; remoção parcial ou total da carroceria; montagem do esquadro hidráulico; montagem da plataforma de alinhamento; proteção ao meio ambiente: utilização de materiais, conservação, descarte e impactos ambientais; processo de soldagem oxiacetilência; processo de soldagem ponto por resistência.