Fiscal de Loja

Quer receber vagas como essa no seu celular de graça? Cadastre-se agora!

Esqueceu sua senha?

O crescimento das cidades brasileiras trouxe, além do desenvolvimento, o aumento da criminalidade. De acordo com o portal O Tempo, foram registrados 1.574 ocorrências de roubo por dia em todo o Brasil. A situação é preocupante, especialmente, para os lojistas: segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), a cada nove dias, um shopping center é assaltado no país.

Dessa forma, é imprescindível que as lojas contem com mecanismos modernos de segurança e profissionais capacitados para evitar furtos e situações mais graves. Nesse cenário, uma importante figura é o fiscal de loja.

Área de Atuação

Esse profissional é o responsável por monitorar a movimentação na empresa em que trabalha, fiscalizando pessoas com atitudes suspeitas e tomando as devidas medidas para evitar ou combater delitos no estabelecimento. Mapear setores de risco, abordar funcionários ou visitantes suspeitos e conduzir infratores à sala de segurança ou à delegacias são outras das funções desse profissional.

Também existem os fiscais de loja que atuam de forma mais burocrática. Nesses casos, as principais atribuições desses profissionais são: elaborar relatórios administrativos, receber valores em dinheiro, emitir guias de pagamento, preencher formulários internos, receber e enviar itens postais e realizar atendimento ao público, tirando dúvidas e solucionando problemas.

Há, ainda, os fiscais responsáveis pelo cumprimento das normas internas da empresa pelos demais colaboradores e supervisão das rotinas de carga e descarga de mercadoria, limpeza e, principalmente, de segurança.

As vagas do setor podem ser encontradas em lojas de departamento, supermercados, lojas de materiais para construção, agências bancárias, entre outros.

Capacitação

Entre as características necessárias para ser um fiscal de loja, estão: atenção, seriedade, organização, bom senso, concentração, bom preparo físico e bom relacionamento interpessoal.

De forma geral, as empresas exigem dos candidatos o Ensino Fundamental completo e cursos ligados à segurança e ao cumprimento de normas internas. Os candidatos interessados em se qualificar para conseguir as melhores vagas, podem fazer cursos com conteúdo programático que contenham tópicos como: excelência no atendimento ao cliente, técnicas de segurança em instalações físicas, noções de direito penal, técnicas de defesa e imobilização, prevenção e combate a incêndios e primeiros socorros.